Afiliados

Fury, de Laurann Dohner

20 de novembro de 2017


Olá pessoal, tudo bom? Há alguns anos eu conheci a Editora Ellora's Cave, responsável por publicar romances eróticos nos Estados Unidos. Nela, conheci uma de suas autoras mais famosas: Laurann Dohner, conhecida pelas séries como New Species, Cyborg Seduction e Zorn Warriors - que eu já tive a alegria de ler quase todos os livros publicados até o momento. Vou mostrar hoje um pouco sobre Fury, primeiro livro da série Novas Espécies.


Editora: Universo dos Livros. Ano de Lançamento: 2015. Páginas: 368.
SkoobGoodreads. Onde comprar: Amazon, Saraiva.

Uma história que poderá te conquistar

Novas Espécies (como ficou conhecida no Brasil ao ser publicada pela Editora Universo dos Livros) é uma série em que retrata um universo diferente: alguns humanos foram mantidos presos desde pequenos para que pudessem ser feitos testes farmacêuticos para a criação de uma nova raça de super soldados. Eles foram modificados geneticamente, ou seja, contém DNA animal misturado aos seus. Então cada pessoa dessas instalações possui características de outros animais, além de aumento da força, como o cachorro tendo olfato apurado e uma visão melhor, por exemplo. Mas graças a ajuda de Ellie, conseguiram parar tal atrocidade e eles receberam sua liberdade. Este primeiro volume conta a história de Fury, um dos sobreviventes.

Fury foi mantido em cativeiro e sofreu muito lá. A única vez em que pode confiar em outro ser humano, esta o traiu. Com isso guarda a fúria dentro de si, procurando vingança. Quando ele reencontra a pessoa em questão, a Ellie que falei anteriormente, não sabe se vai querer se vingar ou ficar com ela para sempre.

Nos depararemos com um país em que está aprendendo sobre o que fazer com esta bagunça; uma população dividida entre o medo, a raiva e a compaixão; episódios de confusão entre o casal em questão, aprendendo a ter um relacionamento interracial; o temor em unir estas duas raças; e com muito mais coisas... Ou seja, teremos uma ótima história.

É assombroso como o casal protagonista tenta começar um relacionamento apesar de suas diferenças. Pelo menos tentando ver se isto poderia dar certo. E, ainda por cima, tendo que se conformar com as opiniões alheias que poderiam fazer a relação deles ser desagradável.

"— Senti sua falta. Ela abriu os olhos e esticou o pescoço para fitá-lo por cima do ombro. — Estive fora só por uma hora. — Foi uma longa hora."

A autora consegue nos situar em um novo mundo. Eu já havia lido alguns livros em que os seres humanos se transformam em animais, mas achei meio fantasioso demais. Porém neste ela nos conta uma história que realmente poderia ocorrer. Ela também nos mostra a questão do preconceito como, por exemplo, o de pessoas que acham que um mundo só é bom com "seres humanos puros", acreditando que estes "experimentos" não deveriam existir e, muito menos, o governo dar apoio a tal "atrocidade".

Entretanto, eu adorei a escrita da Dohner. Foi com este livro que eu a conheci, mas fez com que eu lesse todos os outros publicados. Porém, devo alertar que Fury é um pouco mais parado em relação aos demais, pois tem que dar muitas explicações e tentar nos conduzir para este novo universo. Apesar disso é um ótimo livro, que me conquistou e poderá te conquistar também. É uma narrativa leve, sem grandes termos científicos, e nos conduz a crer que estamos vivendo aqueles acontecimentos, nos transportando para o cotidiano das Novas Espécies.

A Universo fez um grande trabalho na revisão e diagramação do livro, pois não encontrei grandes erros de português e a edição física está linda. Se você tem uma mente aberta para ler uma história diferente das outras e, ainda por cima, for fã de romances eróticos... Este livro é perfeito para você começar a conhecer esta grande autora.