Afiliados



3 Motivos Para Assistir "I'm Not a Robot"

7 de fevereiro de 2018


Olá pessoal, tudo bom? I'm Not a Robot foi um k-drama que estreou no fim do ano passado e que me conquistou desde o início. É tanta fofura que eu quase vomitei arco-íris enquanto assistia, mas que também me fez ficar com o coração na mão em algumas partes. Para quem não conhece, hoje darei três motivos para você conferir e talvez se apaixonar.

Episódios: 32. Emissora: MBC. Ano: 2017-2018.

Sinopse: "Kim Min Kyu (Yoo Seung Ho, Ruler: Master of the Mask, Operation Proposal) é um gênio, e o principal acionista da KM Financial, a maior empresa financeira do país. Ele nunca teve uma namorada, e diz ser "alérgico" a humanos. Jo Ji Ah (Chae Soo Bin, Strongest Deliveryman), é uma empresária ambiciosa e um prodígio na engenharia mecânica. O ex-namorado dela, Hong Baek Kyung (Uhm Ki Joon, Masked Prosecutor) é um renomado professor de engenharia que cria uma android chamada Aji-3 que é exatamente igual a ela. Devido a um conjunto de circunstâncias estranhas, Ji Ah Jo acaba fingindo ser a Aji-3. Agora ela está no meio de um estranho triângulo amoroso entre dois gênios, e a pressão para sustentar uma mentira pode fazer qualquer pessoa se sentir um pouco robotizada."


1. Enredo Diferentão

Eu conheci os dramas asiáticos no ano passado e me viciei. Apesar de não ter assistido a uma lista imensa, é comum ver sempre o mesmo enredo quando o gênero é comédia romântica. Clichês que frequentemente aparecem em filmes/livros/séries - e que, pelo jeito, o pessoal do outro lado do mundo também gosta. Porém, quando li a sinopse de I'm Not a Robot já percebi que seria diferente. Um mistura de ficção científica com romance? É incomum para o entretenimento asiático. E não é que deu certo?

A trama é bem simples de se entender: Dr. Hong Baek Gyun (Uhm Ki Joon) é um engenheiro robótico, mas foi acusado de plágio. Ele não desiste e, usando como base a sua ex-namorada Jo Ji Ah (Chae Soo Bin), cria uma robô chamada Aji-3 juntamente com a sua equipe, Santa Maria. Porém, ela não foi totalmente finalizada e ele precisa de investimento.


Sabendo que Kim Min Kyu (Yoo Seung-Ho) é o diretor financeiro de uma grande empresa, lhe pede uma reunião para mostrar a sua mais nova criação. Min Kyu tem uma doença rara e percebe que aquela pode ser a solução perfeita para ter contato com outro ser, então exige que a robô seja enviada para a sua casa para passar por testes. O único problema é que a robô fica com defeito e não há mais tempo para o conserto antes de ser mandada para o empresário. Como uma última esperança, Baek Gyun faz o convite para que a sua ex-namorada finja ser a robô por um dia em troca de dinheiro. Precisando exatamente do valor oferecido - olha a coincidência -, a Ji Ah aceita o convite, sem imaginar como seria difícil e que não seria por apenas algumas horas.


Meio louco, certo? E se pensarmos bem, como é que o Min Kyu foi enganado, sendo um empresário inteligente? Somente na ficção, lógico, mas a gente releva e continua assistindo para ver toda a confusão que isso dará quando a verdade surgir - e essa questão acaba sendo irrelevante diante das circunstâncias.

2. Personagens apaixonantes



Kim Min Kyu é um homem solitário. Devido a um trauma de infância, possui uma alergia ao contato humano. Portanto, se por algum motivo ele encostar em outra pessoa, começará a ter crises alérgicas que poderão levá-lo a morte. Apesar de ser o diretor financeiro da KM Financial e ter muito dinheiro, não consegue curar a sua doença rara, por isso não tem amigos ou um relacionamento amoroso.

Quando lhe é mostrado a Aji-3, ele se lembra dos 15 anos em que passou completamente sozinho e vê a oportunidade da situação mudar com a presença de uma robô. Esta, não lhe daria nenhum sintoma e, ainda por cima, poderia ajudá-lo em muitas coisas. E, aos poucos, ele fica dependente da companhia desta inteligência artificial e a vê como uma amiga, confiando completamente nela. Logicamente, ele não sabe que é uma pessoa fingindo.


Jo Ji Ah é uma mulher que consegue ter ótimas ideias desde quando era criança. Só que as suas criações não são daquelas que venderiam para milhares de pessoas - apesar de serem incríveis e que poderiam mudar a vida de quem adquirisse - e ela é desvalorizada. Desempregada e fazendo o que for preciso para juntar dinheiro e continuar com as suas invenções, aceita se passar por uma robô. Só não imaginaria a confusão que ia gerar, ainda mais ao desenvolver sentimentos pelo Min Kyu, sem saber de sua doença.

Claro que há diversos outros personagens, mas os que tiveram mais destaque, para mim, foram o Santa Maria Team e a Sun Hye, melhor amiga da protagonista. O primeiro era formado por quatro pessoas: Hong Baek-Gyun (Uhm Ki-Joon), Pi (Park Se-Wan), Hoktal (Song Jae-Ryong) e Ssanip (Kim Min-Kyu). Eles eram realmente uma equipe, que não só trabalhavam em conjunto, mas também eram uma família junto com o casal. Todos eles tinham suas particularidades, qualidades e defeitos, mas se complementavam e se davam bem. A Sun Hye, por outro lado, era a melhor amiga que se podia ter, já que estava sempre ali dando conselhos e apoiando. Além disso, ela sempre tinha as melhores falas, eu ficava abismada com a sua mentalidade.


Existiram outras pessoas como a família de cada um dos protagonistas, além dos antagonistas - que estavam ali para atrapalhar a vida dos mocinhos e se dando mal. Porém, eles nem devem ser mencionados, já que estamos falando de personagens apaixonantes, rs. Apesar disso, devo dizer que as atuações foram ótimas e o elenco combinou perfeitamente. Não conseguiria imaginar outras pessoas trabalhando nesse drama!

3. Trama envolvente e engraçada

Quando eu vi esse drama sendo divulgado, já imaginei que seria daqueles que eu me viciaria e ficaria ansiosa para os próximos episódios. Pensando nisso, esperei que mais da metade deles já tivesse sido exibido no país de origem antes de começar a assistir. Todavia, o tiro saiu pela culatra, já que não conseguia aguentar a minha ansiedade e assistia com as legendas ainda em inglês no Dramafever.

O roteirista realmente soube como criar uma trama envolvente e engraçada. Em diversos momentos eu me vi suspirando, em outros abrindo um sorriso e, ainda por cima, me emocionei em algumas partes. Ele sabe mesclar os temas sem ficar pesado. Pelo contrário, é um enredo leve e apaixonante!


Min Kyu viveu sozinho por muito tempo e suas interações com outras pessoas foram mínimas. Por isso, em muitos momentos, suas reações são inocentes e fofas. Já o seu contato com a Ji Ah fingindo ser uma robô eram incríveis e eu sempre dava risada com essas cenas. Ademais, ela é muito encantadora e um verdadeiro tesouro.

A química entre os atores era adorável. O Min Kyu confiou na Aji-3, sem saber que era Ji Ah, desde o início. E vendo essa confiança tão grande acalentava o meu coração, me fez torcer pelo casal e eu ficava apreensiva sobre o que iria acontecer quando ele descobrisse a verdade. Mas tenho que declarar que eu me apaixonei por eles. O amor foi surgindo aos poucos e eles eram tão fofos juntos. Dava para perceber, com ações e diálogos, os sentimentos que ambos sentiam. Os dois se complementavam perfeitamente.


Toda a história é fechada e nenhum detalhe foi deixado de lado. No final, eles conseguiram se lembrar de coisas que ocorreram no começo e dar boas explicações. No entanto, ao longo do drama foram levantadas questões e deixavam o telespectador - vulgo, eu - confuso sobre determinadas situações, incluindo sobre a doença do Min Kyu, mas tudo foi esclarecido até o desfecho. E, claro, deram a conclusão certa para todos os personagens - inclusive a robô.

Eu realmente recomendo essa série. Como dito, pode ter uma premissa meio maluca, porém é muito mais do que está descrito na sinopse. É uma ótima comédia romântica e, apesar de ter 32 episódios, dará menos de 16 horas ao total. Com uma história linda e sincera, nos dá uma lição sobre relacionamentos e nos mostra que nem sempre a vida é tão lógica quanto a ciência propõe. É para se apaixonar, se emocionar e rir a cada episódio. 

Para finalizar, essa é a linda trilha sonora da série:


Enfim, esses foram alguns motivos pelo qual você deveria assistir a esse k-drama! Você já o viu? Se interessou? Comente!

Onde assistir: Dramafever Viki.


Comentários
15 Comentários

15 comentários :

  1. Sei que pareço ridícula mas não curto temas asiáticos ou deste gênero porque não acho graça. Acho legal os grupos e tudo o mais, mas ver filmes e seriados não é comigo e olha que faz um baita sucesso né?
    Mas não consigo me apegar!

    ResponderEliminar
  2. Adorei o vomitar arco-íris, faz tempo que não vejo isso. Confesso que sempre que vejo sobre esses dramas asiáticos eu penso o quão teen eles são e isso sempre me faz adiar a vontade de assistir. O que mais me chama atenção é o drama conter esse humor que todos comentam, mas mesmo assim ainda não tive coragem de ver. Preciso fazer isso, espero que goste.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Olá...
    Teve uma época em que eu assistia muitos doramas, mas, acho que me libertei dessa febre e hoje já não assisto mais... Vi um post recentemente sobre essa obra e confesso que fiquei mexida e me interessei em assistir, agora com seu post essa vontade triplicou! Adoro coisas fofas <3
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Eu nunca assisti os romances asiáticos e olha que tem um tanto no Netflix. Não sei se é muito minha praia mas já que você falou bem, se eu for começar vou começar por esse :)

    Bjs!
    Evelyn
    New Romantic

    ResponderEliminar
  5. Eu amei esse draminha... achei tão gostoso de assistir! As vezes eu achei o mocinho meio tapado, mas ta bom kkkk

    ResponderEliminar
  6. Esse é um tipo de filme que geralmente eu não assisto. Embora ame filmes que não sejam os hollywoodianos. Ainda assim achei o enredo incomum, mesmo que envolto em alguns clichês. Você gerou em mim a curiosidade de assisti-lo. Vou anotar o nome dele para procurar depois.

    #segredosdetinta

    ResponderEliminar
  7. Oiee Dani ^^
    Acompanhei um dorama recentemente e me apaixonei! Estou esperando a segunda temporada de "Hello, my twenties" ansiosamente, e enquanto isso andei procurando alguns outros na Netflix. Mas acabei não sendo envolvida por nenhum. Ainda não conhecia este, mas saber que a história é engraçada e que possui personagens apaixonantes me deixou curiosa. Vou procurar daqui a pouquinho, espero gostar \0/
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. AI, ESSE DORAMA <3 haha
    Tenho que concordar com os seus motivos para assistir, ainda que eu tenha começado a assistir com um pé atrás, não há como negar que a história é bem diferentona do que tivemos na "temporada" do ano passado (e desse começo de ano) e realmente envolve e encanta a cada novo episódio. Já estou sentindo saudade dos personagens.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Mais uma vez eu tenho que me repetir e dizer que nunca assisti dorama, mas agora vi no seu post que tem onde assistir, então, tentarei mudar isso agora.
    Obrigada pela dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Oi, tudo bem?
    Eu adoro doramas, mas ultimamente não estou vendo mais nenhum por alguns motivos. No entanto, eu estou doida para ver esse, porque vi algumas partes aleatórias da história e achei bem divertido. Agora lendo seus comentários fiquei ainda mais animada para ver e não vou mentir, acho esse prota a coisa mais fofa do mundo kkkk

    Beijos :*

    ResponderEliminar
  11. Olá! Tudo bem?

    Eu não assisto K-Drama, mas esse aparenta ser tão fofo que me deixou mega curiosa, ainda mais porque estou lendo um webtoon que tem uma temática similar a esse de robô etc. Tenho quase certeza que vou me apaixonar pelo Kim Min Kyu haha 💙

    Um beijo

    ResponderEliminar
  12. Olá, amei conhecer esse k-drama através do seu post. Acho que vou assistir, hein?! Já quero vê como ela fingirá ser um robô e até onde ele acreditará nisso.

    ResponderEliminar
  13. Moça tá sentindo esse calorzinho?? Sou eu te abraçando mentalmente! kkkkkkkkkk (a louca) é tão bom encontrar pessoas que compartilham do nosso amor por doramas, e esse está na minha lista há um tempo, mas depois dessa resenha estou indo começar hoje mesmo!!!!
    Ameiii seu blog, muito lindo!

    ResponderEliminar
  14. Olá, tudo bem?
    Eu sou muito apaixonada por esse dorama e só de ler seu post já bateu aquela saudade!

    Concordo com todos os motivos! Seu post tá lindo! ❤

    Beijos
    www.dreamsandbooks.com

    ResponderEliminar
  15. Oi, tudo bem?

    Estou quase me rendendo a esses programas. Só vejo pessoas indicando essas séries, a Netflix está cheia delas, mas eu sempre fico com o pé atras quando se trata disso. Acho que vou dar uma chance, ainda não sei. vou anotar o nome dessas e ver mais alguma que pareca legal para assistir.

    Beijos.

    ResponderEliminar