Afiliados

Sorteio: Aniversário Premiado do blog "4 You Books Mania"

3 de fevereiro de 2018


Olá pessoal, tudo bom? Hoje vamos falar de coisa boa! Isso mesmo, duas pessoas sortudas ganharão vários livros em um sorteio. O blog 4 You Books Mania completa 6 aninhos de existência e para comemorar se juntou com alguns amigos (Viver em dois mundos, Degradê Invisível, Arsenal de Ideias, Ana Crisinah, Pétalas de Liberdade, Instantes Memoráveis, Deixa Ela Ler, Monólogo de Julieta, Excêntrica Garota, Porre de Leitura e Livros e La Vie Est Ailleurspara deixar esse presente maravilhoso para vocês. Vamos então as regras?


Para participar é bem simples, basta:

1. Ser morador do Brasil;
2. Seguir todas as regras obrigatórias de cada um dos kits;
3. O ganhador deve responder o e-mail em até 48 horas.

Os blogs terão até 30 dias para enviar o prêmio ao ganhador, mas não se responsabilizam por extravios dos Correios, tudo bem?

Bem, viram como é fácil? Agora então vamos aos prêmios.

KIT 1:



KIT 2:



a Rafflecopter giveaway
Boa sorte e que a força esteja com vocês! 🍀🍀



3 Motivos para Assistir "Fight My Way"

2 de fevereiro de 2018


Olá pessoal, tudo bom? Fight My Way foi um drama sul-coreano que fascinou muita gente. Com um enredo realista, soube tratar de temas comuns com maestria. Com atores já conhecidos pelo público, conquistou diversos fãs ao redor do mundo ao retratar uma história simples, inspiradora e impressionante. No post de hoje vou dizer três motivos para que você assista a esse drama.

Episódios: 16. Emissora: KBS2. Ano: 2017.

Sinopse: "É possível seguir seus sonhos mesmo sem ser um privilegiado? Go Dong Man (Park Seo Joon) sempre sonhou em se tornar um lutador famoso de taekwondo, mas acabou indo trabalhar como empregado em um emprego comum. Sua amiga de longa data com quem vive discutindo, Choi Ae Ra (Kim Ji Won), sonha em se tornar âncora de telejornal, mas acaba indo parar no guichê de informação de uma loja de departamentos. Seus amigos, Kim Joo Man (Ahn Jae Hong) e Baek Seol Hee (Song Ha Yoon), estão namorando há seis anos, mas agora enfrentam uma situação que ameaça pôr um fim em seu relacionamento. Será que esses quatro amigos conseguirão alcançar seus sonhos, mesmo que suas qualificações não sejam das melhores?"

1. Personagens verídicos

A história possui diversos personagens, mas se foca em quatro amigos: Go Dong Man, Choi Ae Ra, Kim Joo Man e Baek Seol Hee. Ao narrar sobre as suas vidas, outras pessoas aparecem para complementá-las.  No começo você pode começar a assistir para se divertir, mas com poucos episódios começa a se importar com eles.

Go Dong Man (Park Seo Joon) era um lutador de Taekwondo que tinha um futuro brilhante, mas depois de um incidente ele desiste e passa a trabalhar com dedetização. Sempre direto e honesto, é daqueles personagens que gostamos logo de cara, apesar de, às vezes, ser um pouco lento para entender os seus próprios sentimentos, rs.


Ele é o melhor amigo da Ae Ra e está ao lado dela pelos últimos 20 anos. Eles podem se provocar e se irritar, mas os dois também estão prontos para defender o outro quando necessário. Ele é meio cabeça quente e não se importa de proteger aqueles que ama, mas é um fofo e bobo que só quer proporcionar boas condições para as pessoas importantes da sua vida.


Choi Ae Ra (Kim Ji Won) é uma das melhores personagens femininas que eu já vi em dramas asiáticos: sonhadora, determinada e forte (de todas as maneiras). Ela tinha sonhos, mas quer conquistar os seus objetivos sozinha, sem precisar da influência de ninguém. O maior deles é trabalhar com algo que envolva microfone (locutora, apresentadora, narradora, etc.), todavia acaba na mesa de informações de uma loja de departamentos.


Assim como Dong Man, ela é totalmente honesta. Chora, ri, dá bronca, grita... Ou seja, demonstra todos os seus sentimentos. Por outro lado, não leva desaforo para casa, apesar de ser bem azarada e tudo de ruim sempre lhe acontecer. Mas Ae Ra não desiste e continua lutando pelo que quer.


Ela foi aquela que apoiou o sonho do Dong Man e lhe deu esperanças de um futuro brilhante, tirando as dúvidas que ele tinha sobre sua própria capacidade. Apesar de, depois, ficar preocupada sobre a sua carreira e sua resistência física de continuar no ramo.


Baek Seol Hee (Song Ha Yoon) é a melhor amiga dos dois desde pequena, sendo uma menina boba e simples. O seu sonho era casar e ter filhos, por isso acaba sendo a mãe de todos ali. Kim Joo Man (Ahn Jae Hong) é o melhor amigo de Dong Man e namorado de longa data da Seol Hee. Não indo para um bom caminho, ele fica em dúvida sobre o relacionamento que tem com ela e suas ambições.


2. Enredo realista

Acho que já estamos cansados de ver histórias com "ricos com problemas de ricos", não é? Vários dramas já trazem isso e a temática de "menina pobre que se apaixona pelo cara rico", certo?

Por isso que Fight My Way conquistou muitos fãs. Ao contrário desses clichês (que nós gostamos, mas já vimos aos montes), aqui o enredo é realista: são pessoas comuns com problemas comuns. Fazem parte de uma parcela da população que tenta correr atrás dos sonhos, quebrando a cara, mas não desistindo de melhorar a própria vida. Você se identifica com eles, pois são personagens palpáveis, sabe?

Apesar de ter um pouco de mistério, o roteiro é até previsível, mas isso não quer dizer que seja ruim. Pelo contrário, desenvolve situações rotineiras e trabalha bem aquilo que se propõe. Além do mais, traz diversas mensagens inspiradoras e emocionantes, que nos fazem questionar nossas escolhas e objetivos.

3. Relacionamentos autênticos

A série é focada no relacionamento desses quatro personagens. Seja como amigos ou namorados, eles são mostrados no cotidiano e as suas problemáticas do dia-a-dia.


Dong Man e Ae Ra são amigos por muito tempo. Mudar um relacionamento depois de 20 anos é uma decisão difícil, ainda mais quando não sabemos se o outro se sente da mesma maneira. Já imaginou se confessar apaixonada e perder o melhor amigo de uma vida inteira? Não é uma um questionamento fácil, mas que requer sacrifícios.


Logicamente que os dois começam a namorar e é fofo ver a maneira como eles se entendem. Depois de passar tantas situações ao lado do outro, eles se conhecem (não só as qualidades, mas os defeitos também). Sabem quando o outro está mentindo ou até mesmo seus hábitos estranhos. Eles até tentam ter aquele começo de relacionamento incrível onde fingem ser pessoas melhores, usando boas roupas e sendo mais higiênicos. Porém, os dois já são vizinhos e se viram nas piores situações possíveis e se encontram todas as manhãs - com cabelo amassado e pijama sujo. Não dá para se iludir de outra maneira.


Nessa equação também se encaixa a Seol Hee, que conheceu o casal quando também era pequena e mantém uma amizade desde então com a Ae Ra. Elas mora juntas, se apoiam e estão ao lado uma da outra em qualquer situação. Uma relação de dar inveja, realmente.


Por fim, Joo Man e Seol Hee estão namorando há seis anos. Os dramas normalmente nos mostram como são construídos o relacionamento até o "felizes para sempre", que é quando o casal fica definitivamente junto. Entretanto, eles não demonstram como é depois disso: como o casal se comporta depois de anos juntos? Os dois retratam como é a rotina depois de estarem ao lado do outro durante tanto tempo e o que acontece quando outra pessoa tenta se meter nesse namoro.


Bônus: Flashbacks divertidos

Como mais de 20 anos de amizade, os quatro tem muita história para contar. Como a trama se passa no presente, há vários flashbacks para nos mostrar um pouco mais sobre o relacionamento deles: desde quando eles eram crianças até adultos. Isso nos faz entender as suas amizades, além de conquistaram a confiança e intimidade que tem no momento. A maioria desses flashbacks são cômicos e fofos, principalmente quando eles eram pequenos.



Enfim, esses foram alguns motivos pelo qual você deveria assistir a esse k-drama. Você já o viu? Se interessou? Comente!


Onde assistir: Dramafever e Viki.




Foliatona: Maratona Literária de Carnaval (+ Sorteio)

1 de fevereiro de 2018


Olá pessoal, tudo bom? Fevereiro chegou e também contamos com a melhor época do ano: Carnaval! É ótimo mesmo para quem não participa das festas (tipo, eu), já que é feriado e pode ser usado para o que quiser: viajar, festejar, passar o dia vendo Netflix.... Eu, particularmente, usarei a semana para colocar a minha leitura em dia! E quer coisa melhor que uma maratona para estimular a diminuir a pilha de livros não lidos na estante, além de concorrer a um vale-presente? Senta que eu vou contar direitinho essa história.


Foliatona é um projeto que o Instantes Memoráveis está participando com mais 10 blogs (Gabs Giorgette, Porre de Leitura e Livros, Pétalas de Liberdade, 4 You Books Mania, Arautos de Lettera, Nerdisse, Arsenal de Ideias, Anah Crisinah, Pensamentos e Opiniões e Livro Apaixonado). A ideia é utilizar os dias entre os dias 3 a 17 de fevereiro para ler mais, através de uma maratona literária. Acho que todos sabem como funciona, não é? Você mesmo faz uma meta de quantos livros lerá, de acordo com o tempo que tem disponível e a velocidade de leitura. Porém, o objetivo é que essa quantidade seja um pouco maior do que normalmente leria. 

Dito isso, vocês podem ler o que quiserem, desde livros a histórias em quadrinhos! Todavia, para aqueles que nunca conseguem se decidir sobre o assunto, daremos três desafios. Lembrem-se: eles não obrigatórios, é somente uma sugestão e participa quem se sentir confortável e quiser brincar conosco.

Os desafios serão três: um livro que foi ou será adaptado, ou seja, obras que tem ou terão as suas versões no cinema ou televisão (pode ser para o que será lançado nos próximos anos ou que já tem a sua adaptação feita); um livro para se ler em um dia, autoexplicativo, já que, se você tem algumas horas disponíveis em um dia, conseguiria terminar a leitura; e, por último, uma história em quadrinhos - outro que o próprio nome já diz -, no qual você pode escolher uma HQ (de qualquer tipo) para ler, valendo gibi, graphic novel, mangá, manhwa ou webtoon. 

E, se vocês querem indicações, saibam que cada blog dará uma sugestão de leitura. Então, se vocês visitarem qualquer um deles, terão recomendações de acordo com um tema do desafio. O meu é "Um Livro para se ler em um dia" e eu indico Sonata em Punk Rock, da Babi Dewet.

Editora: Gutenberg. Ano de Lançamento: 2016. Páginas: 300.
SkoobGoodreads. Onde comprar: AmazonSaraiva

Eu só faço resenhas de leituras que eu recomendo. Então, todas as postadas aqui no blog são de livros que indico. Ao ver este desafio, fiquei pensando em qual poderia sugerir que ainda não havia falado por aqui e, na hora, me lembrei desse livro. A Babi é uma fofa e a conheci, pessoalmente, na Bienal do Livro do RJ o ano passado. Eu havia adquirido a obra para conseguir um autógrafo dela (já que eu tinha lido e gostado do seu conto em Um Ano Inesquecível), mas me engajei na leitura ainda no Rio e finalizei em pouco tempo.

A história é sobre Valentina Gontcharov. Ela foi criada somente pela mãe, mas o pai é famoso em sua área. Então, quando este a visita, lhe informa que dará uma chance para ela estudar Academia Margareth Vilela, local em que poderá aprender sobre aquilo que ama: música (coisa que herdou dele). É um sonho se tornando realidade e, apesar de não querer dever nada para ele, ela sabe que não pode recusar a oferta.

Tim, como prefere ser chamada, possui uma característica peculiar: um ouvido absoluto, ou seja, se escutar algo, consegue reproduzir. E, ao chegar na Academia, começa uma aventura na qual não imaginaria. A Cidade da Música lhe envolve, portanto, ela se distancia daqueles que ama e conhece novas pessoas. Uma delas é o Kim, um coreano que é filho da diretora e que ela se esbarrou um dia e, depois, não consegue ignorar. Além disso, ela quer provar para todos ali que a vida não é feita só com músicas clássicas e um bom rock and roll é espetacular também.

O som do piano era incrível, e a forma delicada com que Kim tocava fazia parecer que a música saía de sua própria cabeça. Era leve, romântica e com combinações de notas que ela não imaginaria que pudessem estar juntas. O corpo inteiro dela pareceu relaxar e ela se lembou de momentos felizes da sua infância.

Livros para se ler em um dia são aqueles que você lê e nem vê o tempo passar. Histórias que podem tratar de temas importantes, mas que fazem isso de maneira suave e com uma narrativa envolvente. Não foi diferente nesse caso, onde a Babi consegue construir um enredo que nos mostra um pouco sobre os preconceitos e primeiras impressões, além de nos ensinar que a vida não é só preto e branco. Sim, podemos pintar em diversas tonalidades e não há nada de errado nisso.

Mas nem tudo são flores e o livro tem algumas coisas que eu não gostei. Uma delas é que alguns personagens não foram muito desenvolvidos, mas como é o primeiro livro de uma série, espero que ela possa fazer isso nos próximos. Além disso, assim como o livro da Carina Rissi (Quando a Noite Cai), algumas expressões foram repetitivas e, em um dado momento, ficou cansativo.

Tirando isso, é uma boa obra para se ler durante um dia em que precisamos descansar a cabeça. É leve, fluída e, quando se nota, já está no fim. Um romance jovem, que também trata de temas como a representatividade, mas que não deixa de encantar. Eu, particularmente, estou ansiosa para ler a continuação e espero que ela melhore cada vez mais!

Sorteio

Por último, mas não menos importante, para aqueles que pensaram que eu me esqueci do sorteio, saibam que estão errados. Ele está aqui, e vou explicar certinho como vai funcionar. Começa dia 3 e vocês podem preenchê-lo até o dia 18, quando ocorre o sorteio. Será pela plataforma rafflecopter e acredito que todos saibam usá-la (se não, me deem um toque que eu explico).

Terão várias entradas, mas a única OBRIGATÓRIA é deixar um e-mail para que, se for sorteado, nós entrarmos em contato com você. Porém, quando você preencher, abrirão outras opções, mas elas são OPCIONAIS, que você só fará se quiser ganhar chances extras, tudo bem? Algumas só poderão ser feitas uma vez, mas duas delas vocês poderão realizar diariamente. Quem fizer todas, terão mais chances de ganhar, lógico!

O prêmio, como dito, é um vale-presente no valor de R$ 30. O (A) vencedor(a) escolherá a loja de preferência (Submarino, Saraiva, Amazon, etc.) e entregaremos em até 30 dias. Quando a pessoa que ganhar for anunciada, enviaremos um e-mail que deverá ser respondido em, no máximo, 48 horas. Se isso não ocorrer, sortearemos outra pessoa, tá? E vocês devem morar no Brasil, por favor, rs.

Sem mais delongas, aqui está o sorteio (só ficará disponível no dia 3, hein?):


Boa sorte e que a força esteja com vocês! 🍀🍀




Quando a Noite Cai, de Carina Rissi

31 de janeiro de 2018


Olá pessoal, tudo bom? Para a segunda leitura da Jornada MLV, escolhi o desafio de "Ler um livro comprado em uma promoção", o que é praticamente toda a minha estante, rs. Eu, na maioria esmagadora das vezes, só compro livros quando estão com um preço baixo. Porém, acabei escolhendo uma obra que eu queria ler desde o seu lançamento: Quando a Noite Cai, da Carina Rissi. Só paguei R$ 10 na Submarino, então se encaixa, né? Assim como a leitura anterior que tive dela, Procura-se Um Marido, eu amei esse livro e vim compartilhar com vocês um pouco sobre ele.

Editora: Verus. Ano de Lançamento: 2017. Páginas: 476.
SkoobGoodreads. Onde comprar: AmazonSaraiva

Desejo ficar acordada ou sonhar?

Briana Pinheiro era uma jovem normal, que sofreu e teve que desistir de muita coisa para ajudar a sua família. Mas a sua vida muda no seu aniversário de 18 anos: sonhos estranhos começam a surgir todas as noites. Quando o sono chega, seus pensamentos são transportados para a Irlanda, onde uma jovem está fugindo, tropeça em Lorcan e a história se desenvolve, noite após noite.

Durante o dia não é muito melhor, já que a sua sorte é horrível. A pensão da família não rende muito e ela, como a filha mais velha, tem que trabalhar. O problema é que ela não consegue manter um emprego por mais de cinco dias. Isso não quer dizer que ela trabalhe mal ou é preguiçosa, simplesmente tem azar. Quando algo tem que dar errado, será com ela que dará errado. Coisas estranhas acontecem e Briana acaba sendo despedida. Todas as vezes.

"Estou no inferno. Perdida em um pesadelo constante e interminável do qual não consigo escapar."

Ao procurar um novo emprego, nada dá certo. E, para fechar com chave de ouro, ela sai do prédio em que teria uma entrevista e é atropelada pelo Gael O'Connor. E ele é igualzinho o cara que ela sonha todas as noites. Como isso é possível? Porém, após alguns eventos desastrosos, ele lhe oferece um emprego. Ela, que não pode recusar, aceita e reza para que dê tudo certo e a sua má sorte não apareça por um tempo.

Entre ter que lidar com o cara dos sonhos ser uma pessoa real (apesar de algumas mudanças) e tentando, mais uma vez, se manter em um emprego, Briana tem muito peso para carregar nos ombros. E os sonhos não param, pelo contrário, acaba ganhando mais vida e ela tem que se decidir sobre o que fazer com os sentimentos mistos que ela sente por Gael e Lorcan.

"Enquanto Ciara continuava amando Lorcan a cada vez que a noite caía, eu fui me apaixonando por Gael a cada vez que o sol nascia."

A mocinha é daquele tipo que não pensa em amor, apesar de ser bem curiosa e querer se envolver na vida dos outros. A única coisa que ela quer, realmente, é acabar com os problemas financeiros da família e poder dar a oportunidade para a sua irmã mais nova seguir o sonho de ser fotógrafa - coisa que ela não teve em relação ao desenho. Mas entre ter sonhos durante a noite e azar durante o dia, sobra pouco tempo para namoro - ainda mais por ter visões de um homem maravilhoso quando vai dormir. Quem poderia competir com ele, não é? Só se aparecesse alguém igualzinho, rs.

Enquanto isso, Gael é daqueles personagens que já vimos em tantos outros lugares: lindo, rico, inteligente, mas que é frio, pois perdeu a sua amada quando era jovem. O problema é que ele não sabia que a sua vida viraria de cabeça para baixo ao contratar a Briana, nem os sentimentos que ela o despertaria. Ademais, que chefe manda o motorista particular buscar a empregada em casa e deixa este a serviço dela desde o primeiro dia? Me falem, pois eu quero mandar currículo!

“— Tem razão. Não consegue compreender o amor. Não é assim que funciona. Não se decide amar ou não. Simplesmente acontece, sem que se possa evitar".

Eu gostei como a Carina conduziu a trama. Apesar de ter duas histórias acontecendo ao mesmo tempo - a dos sonhos e a da "vida real" -, ela fez de uma maneira que se complementavam e não ficava confuso. Lógico que, no começo, quando os personagens estavam sendo apresentados, você consegue ficar com a cara da Nazaré tentando entender tudo o que está acontecendo - e falhando miseravelmente. Mas aos poucos, enquanto o enredo era conduzido e desenvolvido, tudo foi se encaixando e fazendo sentido.

Infelizmente o livro não ficou perfeito para mim. Em alguns momentos ficou cansativo por conta de repetições. Tinha uma expressão que ela usava constantemente e, depois de um tempo, parou de ficar bonito e se transformou em chato. Além disso, eu esperava que o livro fosse mais engraçado, algo como em Procura-se Um Marido, mas me decepcionei nesse sentido. Ele tem umas partes que me alegraram, mas não foram tantas quanto eu imaginei que seria.

“Desistir nem sempre é perder. Muitas vezes abandonar o que não está funcionando é a única maneira de ter a chance de um recomeço.”

Por outro lado, a construção dos personagens é ótima, como de praxe para a autora. Ela não dá o foco somente para os principais, mas também dá espaço para os secundários. Sinceramente, estou ansiosa para ela escrever a história de alguns que apareceram em cena. E, mais uma vez, consegue fechar uma história sem deixar pontas soltas, apesar de ter elementos fantasiosos. Ou seja, a trama consegue ter um começo, meio e fim e responde a todas as dúvidas que poderíamos ter durante a leitura.

A Carina continua sendo uma incrível autora nacional. Apesar de algumas poucas ressalvas, ela criou, para mim, um romance encantador e que, apesar de algumas coisas serem de ficção, não deixou de lado os dramas reais da vida. Você poderá suspirar, se apaixonar, rir e chorar, pois é uma história completa. Todos os personagens são cativantes e, se não conseguirmos nos identificar, podemos apreciá-los e sonhar em ter alguns deles na nossa vida. A narrativa é envolvente, feita em primeira pessoa, mas que consegue fascinar quem lê. Eu, realmente, estou animada para ler os outros livros dessa escritora e recomendo para todo mundo que gosta de um bom romance!